25 fevereiro 2011

Espírito de aventuras

Depois de ver o trama psicológico assustador de "Cisne Negro" me peguei pensando no que eu já fiz pra chegar onde eu queria... e acho que no fundo um pouco de malícia é preciso pra sobreviver e ir além. Achei muito interessante a maneira do filme de mostrar que é preciso viver bem o cisne branco, mas que sem o lado negro não é possível existir a perfeição. #TENSO hahaha Acho que quem não gostou do filme não entendeu a mensagem direito. Pronto falei. hahaha Inspirada no lado negro escrevi um conto rápido não indicado para menores de 18 anos. =X Enjoy it.


"Era inverno, num fim de tarde quando a campainha tocou. Ela se movia com tamanha perfeição, que parecia ter em seu corpo um constante torpor. Seus passos, sufocantes momentos de deleite ardente. A porta se abriu e lá estava ele parado com toda a sua displicência da barba por fazer e seus óculos que transmitiam boa parte da sua personalidade. Com a câmera na mão, de sua boca brotou uma proposta indecente. Cruzar o corredor rumo ao seu apartamento vazio. Ela no seu moletom cinza surrado, seus shorts jeans desbotado e rasgado, e os cabelos longos cuidadosamente despenteados jogados para o lado. O não fora uma palavra excluída de seu vocabulário a tempos atrás quando decidiu que queria correr todos os riscos. A porta se fechou atrás deles. Ele tirou a tampa da lente e capturou os movimentos dela enquanto se movia em direção à cama. Ela se sentou como uma criança levada com as pernas cruzadas rindo do encantamento dele. Ele se viu largando sua câmera no chão ao sentir a mão dela o puxando pelo cós de sua calça jeans... Enquanto percorria caminhos incertos pelos fios de seus cabelos, ele a beijava com volúpia indescritível. As roupas não eram mais necessárias, assim como o aquecimento artificial do quarto. Os gemidos baixos rompiam o silêncio. Eram apenas um agora. Ele adormeceu ao seu lado, e ela saiu de fininho com lembranças melhores que fotografias. A porta se fechou e ele acordou pensando não ter passado de um sonho."

Isso pq às vezes se arriscar pode ser muuuito bom. rs

5 comentários:

  1. Wooow!
    Nossa amiga, tá inspirada hoje hein =)
    Ainda não assisti o filme, mas do jeito que todos estão falando dele estou ficando curiosa. Feriado eu faço isso ^^

    E dependendo do momento e situação se arriscar vale a pena mesmo.
    Agora eu entendi o porque do post bombástico hehe

    Beijoo amadas!

    ResponderExcluir
  2. Adorei!!! Até pq como fotógrafo de barba por fazer, me fiz viver o conto. Muito legal!

    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Oi, querida!
    Quanto teeempo!!!
    Finalmente consegui vir aqui!
    Como estão você e Alice?

    Amei sua crônica! Intensa e provocante! Creio que os hormônios da gravidez são os responsáveis, não? haha

    Estou louca pra assistir "O Cisne Negro, mas terei que esperar sair em DVD! Já ouvi ótimas críticas!

    Um beijo bem grande com saudades!
    Nas duas!

    ResponderExcluir
  4. Vim desejar uma ótima semana!!! Beijos

    ResponderExcluir
  5. Uaal, adorei essa indicação haha
    Sério, o texto é muito bom e uma ótima palavra pra definir é "paixão". Também já assisti a "Cisne Negro" e sinceramente, é incrível.
    Tenho pena dessas meninas que se dizem santa. Sendo que o lado mal, chega a ser bom!!!
    beijos

    ResponderExcluir

|||||| URBANO CHIC ||||||

Deixe seu comentário...ficarei feliz!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...